terça-feira, 9 de junho de 2009

Meus próprios demônios....somente uma crise existencial.

Hoje, parece que não acordei muito disposta. Tá certo, sei que este blog é mais canino do que divino, mas também tem histórias de vida, ???
Pois bem, vou contar uma parte de minha vida, que não é bonita. Um passado não muito distante, que me marca até hoje e acho que parte do que eu sou e do que eu acredito e tenho fé, venham disso.
Quando eu tinha 18 anos, arranjei meu primeiro namorado. Lindo, educado, mas com um pequeno problema que eu fui descobrir mais tarde: nada confiável. Desde o princípio, nosso namoro não era para ser. Minha mãe de cara, não aceitou e hoje eu reconheço que quando a mãe sente, é melhor recolher o trem de pouso e ficar na sua.
Namoramos por mais de seis anos. Entre idas e vindas, entre muitas brigas e muito tempo de aconchego. Mas teve dias que eu só fazia chorar. Acabei com minha pós adolescência, não frequentei direito minha faculdade, nem amigos eu fazia, pois ele, com medo que descobrisse suas escapadas, sempre arranjava um jeito de cortar meus amigos.
Nestes seis anos, quantas puladas de cerca ele me deu! Acontece que ele andava com meu carro, se dizia super bem de vida....teve uma moça, que a mãe falava para todos que ela iria casar com um super empresário, cheio de dinheiro. Coitada, da missa, não sabia nem a metade.
Cada coisa que eu passei! Quando o namoro estava bem ruim, ele se envolveu com umas garotas daqui, todas menores de idade, mas as "da moda", sabe? Gente, nunca fui tão humilhada em toda minha vida! Era ligações para meu celular, era falatório que ele sempre estava em motéis, uma canalhice sem tamanho! Uma garota foi até rainha do peão da festa!!! E dedicou o título a ele!!
E eu, sempre perdoando, pois quem ama, perdoa! Nem venham me dizer que é mentira, é verdade! Minha autoestima acabou aí.
Uma noite, voltando da faculdade mais cedo, fui com uma amiga comer. Iríamos no Mc, mas falei, vamos comer um pastel?? Gente! Chegando lá, o sem vergonha estava com uma menina dentro do carro. Nem pensei duas vezes, fui chegando e já pedindo para a menina ir embora, pois o negócio não ia ficar legal. A coitada, anos depois, se casou com o traste.
Até que eu dei um basta. Chega, chega de sofrer, de ser a última a saber. Meses depois, ele me liga, todo arrependido. Não fui tonta, não quis vê-lo, mas fiquei sabendo que ele havia gravado duas garotas transando com ele e os pais delas, haviam denunciado como aliciamento de menores. Vixe, foi uma bomba! Todo mundo da cidade viu, comentou. As meninas foram embora daqui e ele, tomou um processo horroroso, que adivinhem! A menina que a mãe havia dito que ela iria se casar com um grande empresário, é que foi sua advogada......
Com o passar dos anos, a gente se viu muito pouco, quase nada. Nunca mais nos esbarramos, nem meu telefone ele tem. Sei que ele se separou, a ex já está grávida de outro.
Agora, como eu pude ser tão manipulada?? Como eu pude ser tão idiota, egoísta? Hoje, eu penso desta forma: se é do homem, o bicho não come.
Hoje, por tudo que eu passei, não me mordo de ciúmes, não sufoco, não me humilho. Nada. Mas dou valor as pessoas que me querem bem. Me querem feliz. Dou valor aos animais, que neste meio tempo, ficaram perdidos por minha total falta de responsabilidade. Curto cada momento com minha mãe, pois o quanto eu briguei com ela, por causa dele. Me arrependo de muitas coisas. Nem suporto lembrar.
Mas acho que todos tem um karma para queimar e o meu foi ele. Quase destruiu minha vida, me fez chegar ao fundo do poço, mas consegui voltar. Tenho meus demônios com isso, sei que parte de minha vida não voltará jamais, mas ainda tenho algum tempo para fazer um pouco de bem, se não for para mim, para alguém que precise.
Desculpe o desabafo, mas fiquei sem chão por um assunto que irei contar em outro post.
Um beijo.

17 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Andréa, existem coisas que o coração só desabafa quando está preparado, pense que nessa história você saiu ganhando, fora que uma pessoa linda como você, é um presente. Beijos, fica com Deus e como diz minha mãe, bola pra frente que a vida não pára.

Elaine disse...

Andrea, todo mundo comete erros. E o importante é que hoje você é mais madura e mais feliz.
Vou esperar o próximo post.
Beijos e fique bem.

Nana disse...

Andrea:

Tenho certeza que tudo isso que vc passou fez vc a pessoa que é hoje.
Mas nunca mais se esqueça que primeiro vem você.... não podemos depositar nossa felicidade na mão de ninguém seja ele quem for!!
Parabéns pela corágem do desabafo!!
Bjs

Elaine Crespo disse...

Este tipo de pessoa tem o dom de enganar!
Você não foi tola só acreditou na pessoa errada. Ele tinha o poder de persuadir e por isso conseguia enganar varias pessoas ao mesmo tempo!
Fica bem, pois a felicidade aparece de onde e de quem agente menos espera!

Um grande beijo
Elaine Crespo

Gisa disse...

Andrea, ainda és muito nova, com muita vida pela frente, não só para fazer o bem, como para ser feliz que tu mereces. Erros todas cometemos e, quando se é muito jovem, só enxergamos o que o coração quer que se enxergue. Erros amadurecem e nos fazem melhores. Bjs

Nice disse...

Andrea,
seu post significou muito pra mim...muito mesmo.

Claudia Goulart disse...

Não se desculpe por causa do tema do post, sei como é difícil dividir algo tão pessoal. Acredito que quando dividimos algo que nos incomoda, diminuimos o problema.
Que bom que essa história faz parte do seu passado, não a renegue, ela foi importante pra formar a pessoa que vc é hoje.
bjs

O Spike quer saber quem é a Paris.

Felina disse...

todos temos passado e esse passado que nos faz sermos o que somos em nosso presente e nos transformar no que seremos no futuro, não se desespere, passou e tu aprendeu, isso que importa, beijos no coração!

Flávia disse...

Seu post me fez pensar em quanto erramos. Mas ao mesmo o quanto aprendemos com tudo isso. Crescer sempre!

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

Puxa, que história! Ainda bem que vc mesma disse que pretende "queimá-la" e aproveitar sua vida, vc está certíssima!
Todo mundo tem alguma fase da vida que precisa "queimar" e só cuidar para não repetir os mesmos erros, aproveitar o aprendizado para construir uma vida melhor.
Bjão!

Dri Viaro disse...

O cara foi um sacana, mas ainda bem que vc foi inteligente de nao querer mais saber dele né amiga, essas coisas acontecem pra que fique um grande aprendizado né

bjsss bom feriado

CARLA ROCHA disse...

"Antes tarde do que mais tarde..." Que bom que você soube recomeçar sua vida - e perdoar, seguir em frente. A paixão é mesmo assim, ficamos "cegos, surdos" e como diz uma amiga : "burros". Sorte em tudo, muita luz, bom feriado!

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Andréa,
Foi punk o que aconteceu com vc!
Más nada como o tempo...Os amigos para desabafar, o carinho dos nossos irmãos de quatro patas, não possam amenizar esse machucadinho ai no seu coração!.
E outra, bola para frente!. Vc é linda, querida, sensível, nova!!!. Tente não ficar lembrando disso(sei que é dificil)más é sofrer novamente...De coração, aqui de longe, fico torcendo que essa fase, passe logo!. Hiper abraçãooo, boas vibrações!!!!!

Nice disse...

Andrea,
tem selinho pra você no blog. Passa lá quando puder.

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Tia Andréa, nos os Anjos da mamãe, fugimos da vigilãncia dela e viemos deixar alguns ronrons e lambeijocas. Gabi, Peta e Miguel

lili-gata disse...

Paranéns pelo namogato da Paris e do Spike. Tenho certeza que ele será muito diferente deste seu ex-namorado e fará sua cachorrinha muito feliz!

disse...

li esse post há dias, mas não consegui comentar (sei lá pq dava erro).

espero que vc consiga ser forte e apagar tudo o que fizeram de ruim para você... é difícil, mas é a única maneira de seguir em frente.