segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Quindim....1 ano sem você.....

Oi meu amor. É a mamãe. Hoje faz um ano que você foi embora, saiu pelo portão, foi dar uma volta e nunca mais eu te vi.

Filhota, eu nem sei ainda se eu te espero, se eu te deixo simplesmente ir. Só sei que nunca em minha vida, havia perdido um cachorrinho.

Não sei porque você fez isso. Nunca sequer saiu de casa, nunca ficou mais do que um braço de distância.

Somente sei que ainda me lembro do seu pelinho branquinho, macio. Lembro das "conversas" enquanto eu passava a mão no seu corpinho magrinho. Lembro do seu porte de princesa: perninhas compridas, sem barriguinha nenhuma.

Mas eu não me lembro mais de seu cheirinho...

O que quer que aconteça, quero que saiba que nunca mais vou me esquecer de ti, amor. Te procuro pelas ruas, por casas, em qualquer cantinho.

Espero que você ainda não tenha me esquecido, pois te tenho aqui dentro do meu peito, para sempre!

Seja o mais feliz que puder e se a gente se reencontrar, nunca mais vou deixá-la.

Te amo, Quinda!

(Minha poodle de 4 anos, saiu de casa num domingo, não sei o porquê, mas nunca mais a vi. Coloquei em jornais, saiu anúncios em rádios, mas nunca ninguém me respondeu. Acho até hoje que ela está em outra cidade, pois no dia e seu desaparecimento, havia uma festa na chácara ao lado de casa. Penso assim, pois não imagino-a morta. Nunca! Quem sabe um dia, ainda a terei nos braços? A esperança é última que morre, não?)





13 comentários:

Maira disse...

è muito triste não saber onde esta um de nossos filhotes... Mas não perca a esperança não! Espero que ela volte pra vcs.
bjs.

Flávia disse...

Como a Maira disse, as vezes a dúvida é piot do que a perda. Isso aconteceu comigo, um dia o TArkus fugiu e nunca mais o Vi. Com o tempo aceitei, mas assim como você, sempre me pego pensando nele e imaginando onde ele está. Beijo.

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Tive um gato roubado e ainda hoje me dá uma tristeza imensa, pois ele era vira e preto. Imagino que o pegaram para fazer maldade... Beijos no seu coração.

Claudia disse...

Já fez um ano...
Espero que ela esteja numa casinha bem confortável.
Tenho certeza que ela nunca esquecerá de vc!
bjs e uma ótima semana!

Gisa disse...

Eu também acho que o pior é a incerteza. Ainda procuro nas ruas meus dois gatinhos que sumiram em março. Cada vez que vejo outros parecidos com eles nos blogs o coração aperta... Só rezo para que estejam bem e, se puderem, voltem para mim. Desde que te conheci e soube da Quindim, rezo também por ela; vocês merecem se reencontrar. Beijos do fundo do coração

Felina disse...

poxa Andrea tão triste isso, sinto muito por tua dor,dor q não passa, um beijo no coração.

Gisa disse...

Oi Andrea: Tem um selinho especial para ti lá no blog. Beijos

CARLA ROCHA disse...

Andrea, muito, muito triste! Mas tenha força! E imaginemos que ela está bem, onde quer que estejA! Beijo grande, semana iluminada!

Elaine disse...

Andrea,
Chorei ao ler seu texto. Sei o quanto deve doer não ter notícia mas pense que ela pode estar bem, com alguém que gostou tanto dela que a levou. Sei que dói, mas é melhor pensar positivamente, né?
Que bom que seu coração não se trancou para outros amores peludos...
Beijos.

Léo de Chocolate disse...

Au au auuu
que triste, vamos manter o pensAUmento positivo, para que ela fique bem e pq não, para vcs se reencontrarem em breve :)
Lambs e lambs

Maira disse...

Estou comemorando 50 seguidores do blog, por isso estou oferecendo um selinho comemorativo a todos!!! passa no blog para pegá-lo!
Bjs.

Nice disse...

Andrea,
esteja aonde estiver, Quindim recebeu de você uma das coisas que poucas pessoas tem a oferecer hoje: amor.
Um beijo, querida.

Cães e Focinhos disse...

olha amiga pode ter certeza que alguem a pegou,pois e mui linda,reze p que quem a levou esteja cuidando bem,beijao fica com deus.eu tbem perdi minha chica,ela fugiu de casa num dia que teve um comissio de politicos e aquele foguetorio todo ela se apavorou e fugiu nao sei por onde pois meu terreno e super fechado,procurei sem parar mas nunca mais a achei,e depois tive de siar da cidade vim p goias ,e rezo todo dia p que ela esteja bem.sempre pergunto p meus amigos se nao viram ela por la,mas nada e mui triste.