quarta-feira, 22 de abril de 2009

Ai, saudades da minha Quinda....


Oi!
Hoje acordei pensando muito em você. Fui olhar o calendário e vi que já fazem 241 dias que você fugiu da mamãe.
Por onde andas? O que está fazendo? Onde está dormindo? Ficou sentindo a falta de casa? Ficou triste? Quando será que iremos nos encontrar?
Por estes dias, sonhei com você. Brincamos tanto! Te apertei nos meus braços, belisquei seu nariz, que adoro! E no final, você se virou e foi embora. Não sei para onde, para quem ou por quê.
E de novo, lhe perdi.
Às vezes, peço para que você esteja bem, morando em uma casa confortável, tendo uma vida maravilhosa. Outras vezes, fico brava, te xingo, porque ainda não descobri o motivo da sua fuga. Nunca havia feito isso e era a última que eu achava que ia embora.
Agora não tem mais jeito. Nem sei se eu ainda te espero. Se eu perco as esperanças. Só gostaria de saber como está. Se está viva, se está bem cuidada.
Quando me lembro dos seus pelinhos macios, tenho mais vontade de chorar. Saudades de você, filha. Um pedaço de mim está em você e uma parte de mim, foi-se embora. Triste, ?
Te guardo, aqui. Dentro do meu peito, dentro das minhas orações.
Volte! Te espero até o final da vida.......
Te amo, bebê!

12 comentários:

Ana, Aprendiz de Anjo disse...

Andrea, saudades é uma dor que mãe nenhuma devia sentir... Triste por vocês e esperançosa que ela esteja com alguém que a ame tanto quanto você. Beijos, lambeijocas e abraço apertado.

Marianne disse...

Eu sei exatamente o que você está sentindo. Perdi assim por fuga alguns gatinhos, antes da minha casa ser cercada, e choro ao me lembrar de cada um deles, mesmo já tendo se passado alguns anos. É uma dor indescritível, e eu a senti lendo seu texto. O pior é esse sentimento de não saber mais se devemos esperar a volta ou se devemos de vez perder as esperanças. Dói horrores, eu sei o quanto. Só nos resta torcer para que estejam em outra casa, com outra família, felizes, amados e bem alimentados, para tentar atenuar a dor. Só para tentar.

Bjos e felicidades. Espero que sua bebê volte.

Marianne disse...

Sobre o comentário que você deixou sobre a história da gatinha, eu também fiquei meio na dúvida sobre acreditar ou não na minha tia, mas conhecendo a empregada, dá para acreditar que ela seria capaz disso. Ela é meio escrota. E minha tia realmente tem carinho com os bichinhos, então não sei bem ao certo.

Agora é só esperar para ver se minha tia vai mesmo ficar com a gatinha e cuidar dela ou se vai dar para minha família. Eu vou contando para vocês saberem!

Bjos

Felina disse...

poxa eu só posso deixar um abraço quem apertado e quentinho, porque essa dor não tem cura, então se sinta abarçada e acarinhada.

Dricalaz e os Gatonetes... disse...

Andrea, como já havia lhe comentado, eu tb perdi a minha
gatinha Magali por uns dias...
E sei como é dolorido!. Más vamos
torcer para que ela esteja bem, pense sempre o melhor, acontecem
coisas na vida da gente que não
se tem explicação e vc sempre
a tratou com muito amor, fez o
que podia, acredito que ela deve estar fazendo alguma família muito felíz!. E tente pensar dessa forma
ajuda!. Grande abraço! Força!.

Gisa disse...

Oi querida. Sabes que estou passando por situação semelhante e te entendo. Também tenho sonhos; lembranças doces que fazem o coração doer muito ao lembrar dos meus nenês. Fica aqui meu abraço amigo e o desejo do fundo do coração de que nossa espera tenha um final feliz. Bjs

Gina Bancaro disse...

Oi Dé,
Não consigo entender como uma pessoa que gosta de cachorros pode fazer isso com alguem....ficar com o bichinho de alguem é no mínimo um ato covarde! o egoísta não pensa que o cãozinho é dependente do dono, fica triste tbm... e os donos??? nossa não acredito que existem pessoas que sabem que aquele bichinho pode estar sendo procurado ...e o esconde??? será....muito triste!!!

CLAUDIA GOULART disse...

Essa é uma situação muito difícil...não ter o que fazer a não ser esperar.
Não perca as espeanças!
bj

Luzinha disse...

não perca as esperanças, tudo na vida pode acontecer... quem sabe um dia, quando tu menos esperar, ela reapareça, né? vibrações positivas prá ti...

bjus, ótimo domingo!

Karin Juliana - Mes chiens, ma vie! disse...

Cara... sem comentários!

Sempre que vc fala dela, eu choro feito uma desesperada! Penso na sua dor e aflição!

Deus tem mais pra te dar, amiga! E, com certeza, para ela tb!

Torço por vcs!

Fica com Deus!

Giza disse...

Puxa Andréa, gostaria de poder te ajudar, muito, muito, mesmo! estou com um caozinho que encontrei todo machucadinho, quase morto, levei e cuidei dele. Hoje se o dono dele aparecesse com certeza ficaria feliz de saber que seu bichinho não está sofrendo mais... pois ele esta em uma casa onde todos o amam e tem muito conforto, e com certeza o teria de volta...Eu observo que o Pipoca, sente muita falta de seu dono, pois quando saio com ele pra passeiar ele cheira todos quer entrar nas casas, chora... eu o encontrei tb em abril...por mais amor e carinho que ele tem, percebo que ele ainda sente muita saudades do seu dono... e assim é a vida! paciencia e muita fé! abços

日月神教-向左使 disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.